Porto Rico tem a baía bioluminescente mais brilhante do mundo, segundo o Guinness

15 de fevereiro de 2019
Dina Barile

Porto Rico sempre ocupou a minha imaginação por um detalhe biológico. O Guinness registra que o país possui a Baía com maior bioluminescência natural do mundo, chamada Biobay.

A bioluminescência natural é fruto da presença na água, em quantidade enorme, de dinoflagelado unicelular fotossintético de tamanho microscópico, e um dos componentes do que conhecemos como fitoplâncton. A capacidade de emitir luz deste dinoflagelado vem quando a molécula é submetida a um estímulo mecânico, como um movimento na água.

Como sou muito curiosa, pesquisei mais sobre o fenômeno e descobri que há outras Biobays pelo mundo, porém o que faz a diferença em Porto Rico é a concentração: em Mosquito Bay, já descrita em Como aproveitar Porto Rico ao máximo em 3 dias antes de embarcar num cruzeiro, um trabalho científico mediu em média 28.000 dinoflagelados em cada litro de água, o que representa uma concentração muito maior do que nas demais localidades do mundo.

Mas Porto Rico tem mais duas biobays: uma em Fajardo e outra em La Parguera. Eu sou daquelas pessoas que tenho que ver para crer. Embora o Guinnes aponte a Baía de Mosquito como a mais “iluminada” do mundo, eu quis conhecer a de La Parguera, porque é a única onde ainda é possível entrar na água.

Pesquisei bastante e descobri que a agência Bespoke Lifestyle Management era a única que realizava uma Excursão pela baía bioluminescente de La Parguera saindo de San Juan. Entrei em contato com a agência através da Christine Mora, muita simpática e que até arrisca umas palavras em português e ela me ajudou a organizar a viagem. O excelente guia Hector nos encontrou no aeroporto e realizamos uma viagem cruzando Porto Rico até La Parguera.

Foi uma das melhores experiências da minha vida. É muito mais impactante do que Hector me preparou e do que eu esperava.

É inacreditável como a água, que parece tão escura, adquire esse tom lindo, quando ela é agitada.

Devo ressaltar e esclarecer que as fotos tiradas na água não tem qualquer tipo de tratamento, nem filtro e foram feitas apenas com meu celular.

Por mim, eu ficaria a noite inteira naquela água deliciosa e azulzinha.

Como ainda tínhamos que voltar para San Juan e o Hector teria que dirigir mais 2 horas de volta, eu fiquei preocupada com o horário e, depois de muita resistência, e com dor no coração, resolvi sair da água.

Nesta última foto vocês tem o prazer de conhecer Hector, a pessoa mais indicada para conduzi-los nesta experiência.

Dicas: Indico a agência Bespoke Lifestyle Management para todos os passeios em Porto Rico. Fale com Christine Mora e peça Hector como guia.

VEJA também NO LPM!