Cenote Dos Ojos: as cavernas misteriosas mais lindas da Riviera Maya

29 de setembro de 2021
Andrea Miramontes

Cenote dos Ojos, no México, são cavernas inundadas com poços de águas cristalinas, ligadas a rios subterrâneos, que já foram chamados pelo New York Times de “piscinas misteriosas”.

Reza a lenda que eles se formaram há milhares de anos com a queda de meteoros. Já os mayas consideravam os cenotes lugares sagrados e com poder curativo. Um centro de comunicação com deuses.

Acredita-se que os cenotes são as casas do deus maya Chaak, divindade importantíssima que tem como poder a chuva, como nosso São Pedro. Ele faz chover e armazena a água nos cenotes.

Outros dizem que os mayas costumavam fazer sacrifícios humanos nesses lugares para entregar como prenda do deus Chaak, e, em troca, pedir chuva. Ainda bem que São Pedro se contenta com reza!

Coloquei mais lendas e mistérios sobre essas cavernas inundadas neste post do Instagram @ladobviagem, onde tem um vídeo com as formações milenares subaquáticas do local.

Há vários cenotes próximos de Tulum, no México. De todos que visitei, o Cenote dos Ojos foi o mais impressionante. Seu nome se dá pelas 2 cavernas abertas, por onde entramos para explorar, os ojos (olhos).

Cenote dos Ojos - Passeio no México - Crédito LadoB Viagem
Na visita, faça snorkel para ver as formações milenares debaixo da água (foto Andrea Miramontes/ @ladobviagem)

No total, foram descobertos quase 70 km de cenote caverna adentro, em profundidade que chega a 120 m. Dos Ojos ainda está em estudo.

Para o turista comum, só o lago turquesa, logo na entrada, é explorado. Já mergulhadores com cilindro podem explorar mais como a caverna dos morcegos. Não fui.

Snorkel

O local onde fizemos snorkel chega a ter mais de 10 m de profundidade, tudo extremamente cristalino, excelente para explorar as estalagmites milenares formadas dentro da água.

Há uma série de peixinhos também, que nadam ao seu lado. A visão dentro do poço é impressionante.

É preciso uma lanterna a prova d’água para explorar, além da máscara de snorkel. Pergunte à agência com quem você fechar o passeio se eles providenciam.

No local, há coletes salva-vidas de uso obrigatório para quem entra na água.

Recomendo a experiência fantástica a quem viaja à Riviera Maya. Pode combinar o passeio com as ruínas de Tulum.

Fomos depois das ruínas, o que pareceu bem adequado. Na visita às ruínas você caminha sob um sol de lascar. E, depois, entra na água fria do cenote. Foi perfeito.

Alguns passeios podem combinar um ou mais cenotes, mas tenha a certeza de que o snorkel no Dos Ojos está incluído no seu roteiro.

Cenote dos Ojos - Passeio no México - Crédito LadoB Viagem
Durante o passeio, visitamos cenotes menores, que são bem bonitos também (foto Andrea Miramontes / @ladobviagem)

Quanto custa?

Várias agências fazem o passeio, que também pode ser realizado de forma independente, com carro alugado,  pagando a entrada do cenote. Mas não recomendo.

Vá com uma agência que te pegue e deixe no hotel e fique tranquilo. A entrada do Dos Ojos é em estrada de terra e não tem internet perfeita. É bem capaz de você se perder.

Em um dia de passeio, saindo de Cancún, visitamos as ruínas de Tulum, 3 cenotes (dois bem pequenos, o Dos Ojos é o que vale mesmo) e finalizamos com um passeio pelo centrinho de Playa Del Carmen. Pagamos cerca de R$ 700 por pessoa.

Ama lugares exóticos e suas histórias? Siga o @ladobviagem no Instagram

VEJA também NO LPM!