Curiosidades da Hungria

10 de setembro de 2018
LPM

A Hungria, assim como qualquer outro país, tem suas tradições, cultura e história.  E alguns desses fatos as vezes se transformam em situações divertidas ou curiosidades. Separamos algumas dessas singularidades sobre a Hungria para você. Confira:

  • Você já ouviu falar no refinado vinho de sobremesa Tokaji? O vinho recebeu um dos maiores elogios que poderia em 1703, quando o príncipe da Transilvânia Francis Rákóczi II, deu de presente ao rei francês Louis XIV alguns exemplares do vinho, que foi servido na corte real em Versalhes. Encantado com seu sabor, o rei se referiu à bebida como “Vinum Regum, Rex Vinorum”, ou seja, “o vinho dos reis, o rei dos vinhos”, expressão é até hoje usada no marketing dos vinhos Tokaji.
Crédito: Adamnsinger
  • Sob o cerco dos turcos no Castelo de Eger, era muito difícil de vencer os húngaros, principalmente depois que eles tomavam vinho tinto.  E na tentativa de descobrir que bebida era, os turcos foram ludibriados pelos húngaros, que disseram que a bebida que os soldados tomavam atrás dos muros dos castelos era sangue de boi, e era isso que lhes dava coragem.
  • Existem mais de 500 lugares em que há águas termais  e cerca de 150 spas onde você pode tomar banhos naturais espalhados pela Hungria. Ou seja, em 70% do país você pode encontrar águas com temperatura acima de 30°C.
Crédito: Stuck in Customs
  • O funicular que leva turistas até o Castelo de Buda, da praça Clark Adam, foi o segundo da Europa e tem mais de 140 anos. Suas duas cabines são chamadas de Margit e Gellért.
  • A primeira reserva natural húngara foi o Parque Nacional Hortobágy, aberto em 1973.
  • Uma das melhores porcelana do mundo é a húngara Herend, que já foi adquirida por pessoas ilustres como Lady Diana, Rainha Victoria, Rainha Elisabeth, Príncipe William e Kate Middleton, Lewis Hamilton e o Papa Bento XVI.
    Crédito Kabelitz Porzellan
  • O divertido cubo mágico, quebra cabeça tridimensional, foi inventado por um engenheiro húngaro chamado Ernő Rubik, em 1974. No livro Guinness, outro húngaro, Milán Baticz, obteve o recorde em 2008 e resolveu 4786 cubos mágicos em 24 horas.

Para saber mais sobre a Hungria, acesse o site.

VEJA também NO LPM!