Terapia com animais, muito além da companhia

11 de abril de 2024
LPM

Terapia com animais não é uma novidade, mas uma nova experiência com filhotes de cachorros que vem acontecendo em aulas de yoga, é a chamada Puppy Yoga. Nessa aula de yoga, os cachorrinhos ficam no mesmo local com os alunos, você já teve a oportunidade de fazer a postura do cachorro com um ao seu lado?

Além dos benefícios que uma aula comum de yoga proporciona, aqui no Brasil, essas aulas ainda ajudam ONGs que oferecem filhotes para adoção. Todos os filhotes que participam da aula estão disponíveis para adoção. E no caso de São Paulo, em todas as aulas que aconteceram pelo menos um cãozinho foi adotado. Um ganha-ganha notável.

Terapia com animais, muito além da companhia - Crédito - Reprodução

A zooterapia, ou terapia com animais, é um exemplo de como a convivência assistida com animais é benéfica para os humanos. Esta prática envolve a interação entre pessoas e animais como parte de um processo terapêutico, e tem sido utilizada com sucesso em diversas situações, como no tratamento de distúrbios emocionais, físicos e cognitivos. Um exemplo é o uso de cavalos, a equoterapia. Os cavalos dão apoio na frente física e psicológica dos humanos. Hoje se tornam companheiros e coterapeutas de pessoas com autismo, depressão, traumas, paralisia, sequelas de AVC…

A cinoterapia é a terapia que envolve os cachorros em tratamentos. Em São Paulo, a ONG Patas Therapeutas, promove visitas e intervenções com cachorros e outros animais em hospitais, residenciais de idosos e abrigos para crianças. Há relatos que nos hospitais infantis que costumam receber os bichos, no dia da visita, as crianças tomam até menos medicação para dor.

Além disso, a presença de animais em ambientes públicos, como cafés e restaurantes, tornou-se uma tendência global. Esses estabelecimentos oferecem aos clientes a oportunidade de desfrutar da companhia de animais enquanto desfrutam de uma refeição ou bebida. No Japão, por exemplo, existem cafés de gatos, capivaras, cachorros, coelhos onde os clientes podem interagir com os bichos enquanto tomam um café, proporcionando uma experiência relaxante e terapêutica.

Terapia com animais – uma relação antiga

A relação entre humanos e animais de estimação remonta a milhares de anos, quando nossos ancestrais começaram a domesticar lobos, dando origem aos cães, que se tornaram não apenas parceiros de caça, mas também membros valiosos. Ao longo da história, essa relação evoluiu. Os antigos egípcios, por exemplo, tinham uma relação especial com os gatos, acreditando que eles traziam boa sorte e proteção contra espíritos malignos. Os gatos eram tão reverenciados e muitos eram mumificados para acompanhar seus donos na vida após a morte.

Ao longo dos séculos, diversos animais foram domesticados para diversas finalidades, como cavalos para montaria e trabalho agrícola, vacas para produção de leite e carne, aves para ovos e carne, etc. No entanto, a relação entre humanos e animais foi além da utilidade prática e se tornou uma fonte de conforto emocional e muito benefícios terapêuticos e médicos. 

Isso mostra como a presença de animais em nossas vidas pode ter um impacto positivo em nossa saúde e bem-estar. A conexão entre humanos e animais é profunda e multifacetada, e ao longo da história temos visto como os animais têm desempenhado papéis importantes em nossas vidas, não apenas como animais de estimação, mas também como parceiros terapêuticos e companheiros de jornada.

VEJA também NO LPM!